ANÁLISE DA APLICAÇÃO DO CONTROLE ESTATÍSTICO DE PROCESSOS NA MANUFATURA DE INSETICIDAS

Diego Augusto de Jesus Pacheco, André Felipe Riegel

Resumo


Muito se tem discutido a importância da qualidade para o sucesso das organizações. A elaboração deste trabalho analisa como a ferramenta Controle Estatístico de Processos (CEP) pode ser utilizada para solucionar problemas no processo de fabricação e auxiliar os seus gestores na tomada de decisão. O estudo foi realizado em uma empresa do ramo químico, localizada na cidade de Taquara, no Vale do Paranhana, Rio Grande do Sul – Brasil. O processo de fabricação no qual foi implantado o CEP é composto por uma envasadora de líquidos, onde ocorre o envase de garrafas plásticas de pet com 500 ml de inseticida repelente, analisando o peso líquido de cada garrafa, descontando a tara após o envase. A aplicação proposta seguiu as seguintes etapas: (i) definição das cartas de controle; (ii) coleta de dados; (iii) construção das cartas de controle por variáveis média e amplitude; (iv) análise do processo. De acordo com os resultados obtidos, foi possível verificar que o processo segue um comportamento estável, estando dentro dos limites de especificação da empresa e do INMETRO.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833