ORIGENS DOS PARQUES TECNOLÓGICOS E AS CONTRIBUIÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL BRASILEIRO

Maurilio José Pereira, Edson Aparecida de Araújo Querido Oliveira, Adriana Leônidas de Oliveira

Resumo


A transformação da sociedade industrial para a sociedade do conhecimento ocorreu principalmente por conta das inovações tecnológicas e a facilidade do acesso à informação. Para a difusão dessas informações, buscou-se reunir atores capazes de intensificar a ampliação de conhecimento através de estudos em pesquisa e desenvolvimento para ampliar o avanço científico e tecnológico. Nessa perspectiva, surge na Universidade de Stanford o primeiro parque tecnológico denominado Stanford Research Park e no Brasil os estudos referentes ao tema parques tecnológicos iniciaram-se nos anos 1980. Os parques tecnológicos ampliaram as expectativas de emprego, principalmente postos de trabalhos com exigência de mão de obra qualificada. O objetivo desse artigo é verificar como se constituiu os parques tecnológicos no mundo e no Brasil e as contribuições desses para o desenvolvimento regional brasileiro através de um debate teórico e conceitual sobre a origem desses no mundo e no Brasil. Buscou-se fazer o estudo baseado em referenciais teóricos a respeito de parques tecnológicos e desenvolvimento regional, bem como análise documental de estudos realizados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC). As pesquisas demonstraram que as regiões onde o número de iniciativas de parques tecnológicos é maior, os índices socioeconômicos também são melhores em comparação às outras regiões e que no Brasil essas iniciativas vem aumentando nos últimos quinze anos.

Palavras-chave


Parques Tecnológicos; Desenvolvimento Regional; Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833