ESTRATÉGIAS PARA A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA 5S EM UMA COOPERATIVA

Fernanda Rossato, Juliana Andréia Rüdell Boligon, Flaviani Souto Bolzan Medeiros

Resumo


Considerando as atuais condições do mercado as empresas devem atentar para a questão da competitividade de seus produtos e/ou serviços com foco na qualidade dos mesmos para que consigam sobreviver de forma autossustentável. E no caso das cooperativas isso não é diferente. Para isso, uma das ferramentas utilizadas é a 5S que prevê a otimização da eficácia e a flexibilidade de uma empresa por meio de planejamento, organização e compreensão de cada atividade. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo desenvolver estratégias para implantação do Programa 5S em uma Cooperativa do segmento do agronegócio. Para isso, desenvolveu-se uma pesquisa com abordagem qualitativa, do tipo descritiva, sendo realizada através de um estudo de caso. Utilizou-se das técnicas da entrevista semiestruturada e observação in loco para coleta dos dados. Os resultados obtidos mostram alguns benefícios após a aplicabilidade da ferramenta, tais como: eliminação de documentos sem utilização; melhoria nas comunicações internas; maior aproveitamento dos espaços; mais limpeza em todos os ambientes; padronização dos procedimentos e economia de tempo e de esforço podem ser alcançados.

Palavras-chave


Programa 5S; Padronização de processos; Cooperativa; Agronegócio

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833