Cultura organizacional e comunicação interna em empresas do segmento de bebidas

Luan Carlos Santos Silva, Ariani Souza do Carmo, João Luiz Kovaleski, Silvia Gaia

Resumo


O objetivo do estudo foi verificar a relação entre cultura organizacional e comunicação interna nas empresas do segmento de bebidas no Extremo Sul da Bahia. As empresas de bebidas no Brasil desempenham um grande papel no contexto sócio-econômico das indústrias de bebidas, que têm sido objeto de vários estudos a partir de suas fabricantes e franqueadas, em particular para o Estado da Bahia. Para a realização do estudo, utilizou-se a pesquisa quantitativa, optando-se pelo estudo de múltiplos casos. A população da presente pesquisa foi formada por proprietários, gerentes e funcionários de duas organizações. A pesquisa demonstrou que as empresas usam as mesmas táticas, que no entendimento dos entrevistados, são estratégias. Verificou-se a existência predominante de uma cultura com discurso ideológico acentuado. Quanto às estratégias de comunicação verificou-se a não existência de uma tendência explícita no tocante a evidências de uma estratégia comunicacional entre as empresas estudadas. A relação entre cultura organizacional e comunicação interna, torna-se cada vez mais evidente com o presente estudo. Por outro lado, as empresas do segmento de bebidas como muitas outras organizações realizam administração de custos, atividades de produção, desenvolvimento de serviços, programas de qualidade, programas de incremento de vendas, entre outras práticas, com a finalidade de ganhos imediatos, os quais nem sempre ocorrem.

Palavras-chave


Cultura organizacional; comunicação interna; empresas segmento de bebidas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833