MOBILIDADE PENDULAR NA REGIÃO METROPOLITANA DE RECIFE (RMR)

Joao Gomes da Silva, Silvana Nunes de Queiroz

Resumo


Estudos sobre os deslocamentos cotidianos para trabalho e/ou estudo são incipientes na literatura brasileira, notadamente quando se refere a pendularidade na Região Metropolitana de Recife (RMR). Assim, este artigo se propõe analisar as características da mobilidade pendular entre os quatorzes municípios da Região Metropolitana de Recife, no ano de 2010. Para tanto, os microdados da amostra do Censo Demográfico 2010 são a principal fonte de informações. Os principais resultados mostram que na RMR, os municípios de Recife, Olinda e Jaboatão são os responsáveis pelos maiores volumes de pessoas que circulam cotidianamente nessa área metropolitana. Isso se deve a proximidade geográfica entre essas e a concentração de investimentos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833